A Astrologia Transpessoal foi criada por Dane Rudhyar que usou o termo transpessoal pela primeira vez em 1930 antes do início do movimento da Psicologia Transpessoal. Ele define “como transpessoal um processo de ‘descensão’ de poder espiritual e iluminação transcendente através da consciência normal e, eventualmente, através de toda a personalidade de um ser humano”. Observa que na ação transpessoal existe uma descensão de poder ao invés de ascensão da consciência. Não é uma abordagem religiosa ou mística, mas sim metafísica e cosmológica.

A Astrologia é o símbolo que ele utiliza para entender o significado da relação entre o homem e o universo do qual faz parte. Não é uma ciência, nem uma arte, mas um meio de comunicação que se utiliza de uma linguagem simbólica. A Astrologia Transpessoal aborda o homem como um ser em transformação, apresentando a ele uma nova possibilidade de existência e uma nova visão.

O mapa natal é o ponto de partida para o processo dinâmico de transformação autoconsciente. É calculado a partir do horário e local precisos de nascimento e diz respeito a tudo que condiciona a possibilidade de crescimento do homem, mas não determina suas escolhas e seus pensamentos, porque ele é a convergência de uma multidão de correntes dinâmicas de energia e memórias não reconhecidas, porém latentes, e suscetíveis de serem revividas. O mapa de uma pessoa representa sua existência que teve causas e terá efeitos futuros, que dependem de suas escolhas, as quais darão um rumo ao seu potencial, compreendendo também que o homem tem o legado da evolução, ou seja, a busca da transcendência de seu estado de ser.

O zodíaco é o fundamento do mapa e os seus doze signos representam os modelos de experiências que são o potencial de atividade e consciência, equivalem aos arquétipos. Os planetas são energias dinamizadoras que ativam os signos e as casas astrológicas. Cada planeta se refere a uma função específica da natureza humana, sendo dez as categorias básicas planetárias. As casas astrológicas correspondem à divisão do zodíaco em doze campos de experiência ou áreas da vida. A interpretação do mapa natal combina a posição dos signos nas casas com a posição dos planetas nas casas e signos e os aspectos planetários que são as correspondências em graus entre eles. A linguagem simbólica utilizada para essa interpretação considera o nível de consciência da pessoa que são em número de quatro.

No primeiro nível denominado biológico, o homem atua para satisfazer suas funções orgânicas básicas como alimentação, respiração, necessidade de segurança, preservação e expansão da espécie. Elas geram transbordamentos psíquicos que se manifestam como compulsões, emoções e sensações.

No segundo nível denominado sócio-cultural, o homem se torna mais do que um corpo, ele se torna uma pessoa participante de uma coletividade social com sua cultura que controla as reações emocionais básicas à vida cotidiana com normas e regras.

No terceiro nível denominado individual, o homem é uma pessoa que tem em si o poder de agir, de sentir e de pensar como um indivíduo único. Enfrenta conflitos com os outros níveis em função de reações egocêntricas e de sentimentos pessoais.

No quarto nível denominado transpessoal, o homem procura transcender seus problemas pessoais através da iluminação do processo que os produz, sugerindo como podem ser usados em termos de um novo tipo de propósito. Representa a ascensão da pessoa após uma série de esforços em direção ao objetivo de se tornar realmente livre e autônomo, sem crises de fé e identidade.

Atualmente as pessoas operam em mais de um nível e tendem a se mover freqüentemente para o nível seguinte através da aquisição de uma nova perspectiva. Muitas vezes procuram na Astrologia respostas para o que lhes está acontecendo e predizer o que pode acontecer pessoal ou coletivamente e também esperam um “empurrão” para mudança de nível.

A seguir descrevo o significado do alfabeto astrológico básico que corresponde aos itens: casas, signos e planetas. Significados essenciais para interpretação do mapa natal.

As Casas Astrológicas são as 12 divisões do zodíaco, encontradas através da hora de nascimento e em função do movimento de rotação da terra. Correspondem aos campos de experiências ou às áreas da vida. São elas:

CASA I – A casa do eu, maneira de agir, personalidade, temperamento, caráter, impulso criador, corpo físico, energia, nascimento.

CASA II – A casa das posses, finanças, dinheiro, ganhos, perdas, aquisições, aglomerações, bens materiais, realização material, vida sensorial e instintiva, primeira infância, alimentação no nascimento.

CASA III – Comunicação, intelecto prático, aprendizado, mudanças, ambiente próximo, irmãos, parentes e vizinhos, pequenas viagens, estudos básicos.

CASA IV – Família, os pais, o lar, hereditariedade, infância e velhice, origem, reencarnação, passado, sentimentos íntimos, atitudes emocionais, a Pátria.

CASA V – Filhos, procriação, crianças, amor, paixões, namorados, amantes, vida criativa e sensual, lazer, divertimentos, prazer, alegria de viver, artes, jogos, especulações financeiras.

CASA VI – Trabalho, emprego, subalternos, servidores, ambiente de trabalho, saúde, higiene e alimentação, doenças agudas e curáveis.

CASA VII – Casamento, cônjuge, associações, sócios, relações sociais, inimigos declarados, processos e questões legais.

CASA VIII – Morte, vida após morte, transformações, perdas, inconsciente, faculdades extra-sensoriais, sexualidade, sonhos de poder, perigos da vida, doenças graves, heranças, situação financeira após o casamento ou associações.

CASA IX – Mente superior, pensamento abstrato, fundo das idéias, os ideais, aspirações espirituais, filosofia, religião, estudos superiores, longas viagens, metas, objetivos, mestres, a moral, as leis, o estrangeiro.

CASA X – Realização social e profissional, ambições, aspirações, ideal a alcançar, poder, autoridade, prestígio popular, responsabilidade social, o Governo.

CASA XI – Amigos, companheiros, protetores, fraternidade, altruísmo, democracia, sociedades fraternas e filantrópicas, filhos adotivos, planos e projetos para o futuro.

CASA XII – Espiritualidade, doação, fé, caridade, renúncia, sonhos, carma, sofrimento, tristezas, isolamento, escapismo, solidão, doenças incuráveis e crônicas, inconsciente coletivo, inimigos ocultos, herança psíquica de vida passada, meditação, segredo, ocultismo.

Os Signos são campos vibratórios ou modelos de experiência. Equivalem aos arquétipos, ou seja, aos comportamentos, as características herdadas que fazem parte do inconsciente coletivo. Os doze signos zodiacais são:

Áries­ – Início de um ciclo, impulso inicial, o despertar, o princípio, verdade; ação, dinamismo, iniciativa, empreendimento, energia, expansão; individualidade, auto-afirmação, determinação, autoconfiança; coragem, força, audácia, entusiasmo, predisposição para o combate, aventura, heroísmo, luta, conquista, liderança, liberdade; criatividade, intuição, procura de algo novo, exploração, descobrimento, curiosidade. Expressões negativas: impulsividade, inconstância, inquietude, impaciência, violência, agressividade, egoísmo, vaidade, crueldade, despotismo, orgulho, falta de afeto, indisciplina.

Touro­ – Realização, materialização, praticidade, concretização, capacidade de dar consistência e forma; conservação, estabilidade, solidez, sustentação, reflexão, fidelidade; passividade, receptividade, lentidão, obediência, paciência, submissão, dedicação; afetividade, amor, carinho, ternura, sensibilidade, bondade, dedicação, sensualidade; capacidade artística e manual, materialização das forças criadoras e firme senso de valores, especialmente nas artes; matéria, posses, ambição, acumulação e aglutinação, aquisição de bens materiais; alimentação, amor à boa comida e ao conforto; maternidade, fecundidade, crescer da matéria. Expressões negativas: teimosia, obstinação, rancor, susceptibilidade, preguiça, inércia, avareza, ganância, indiferença, possessividade, explosivo, estático nas opiniões, obcecado com rotinas, sem flexibilidade, sem originalidade.

Gêmeos­ – Aprendizado, intelecto prático, assimilação, compreensão, educação e estudos básicos; comunicação, linguagem escrita e falada, interpretação, informação; movimento, versatilidade, adaptabilidade, agilidade, mudanças; ambiente próximo, familiares (irmãos, primos e tios), vizinhos, pessoas conhecidas que não se relacionam com amor, estradas, caminhos, pequenas e curtas viagens;  dualidade, jovialidade, espontaneidade. Expressões negativas: mutabilidade, dispersão, indecisão, imitação, inconstância, indiscrição, instabilidade, duplicidade, ambivalência, nervosismo, agitação, superficialidade.

Câncer­ – Emoção, sensibilidade, intuição, inspiração, afetividade, imaginação, romantismo, saudosismo; memória, recordação do passado, dos sonhos; passado, karma, vidas passadas, infância; família, os pais, a mãe, os antepassados, o lar, a tradição, as crianças, a maternidade, a nutrição infantil; maternal, protetor, humilde e gentil, simpático, solícito, perspicaz, modesto, patriota, conservador, envolvido e identificado com os outros. Expressões negativas:  instável emocionalmente, retraído, melancólico, ingênuo, introvertido, tímido, sonhador, acomodado, preguiçoso, medroso, mal-humorado, passivo, superemotivo, rancoroso, melindroso, obstinado, irritado, pensa no passado e sonha com o futuro, sem viver o presente, dificuldade de discernir e separar assuntos familiares.

Leão­ – Amores, bondade, generosidade, fidelidade, namoros, filhos; liderança, organização, disciplina, direção, autoridade, centralização, vitalidade; atração, magnetismo, alegria de viver, entusiasmo; confiança, firmeza, coragem, autodeterminação, dignidade; criatividade, arte, jogos, divertimento.  Expressões negativas: egocentrismo, autoritarismo, orgulho, vaidade, ostentação, intolerância, dogmatismo, necessidade de ser o centro das atenções, comportamento teatral, opiniões fixas.

Virgem­ – Ciência, análise, crítica, observação, objetividade, critério, razão, inteligência, o detalhe, praticidade, discriminação, realismo, cálculo; perfeição, ordem, organização, crescimento; trabalho, rotina, modéstia, o servir, engenhosidade, tolerância, adaptação; saúde, higiene, dieta, as leis da natureza; a parte do todo, secionar, retalhar. Expressões negativas: hipercrítico, visão curta e limitada, falta de fé, timidez, meticulosidade, detalhista, enfadonho, preocupado, particularizador, hipocondríaco, convencional, perfeccionista.

Libra­ – Equilíbrio, harmonia, justiça, paz, mediação, ideal; relacionamento, o outro, coletividade, união, cooperação, diplomacia; o amor, romantismo, enlaces, solidariedade, humanitarismo, sentimento, o ceder; arte, beleza, sensibilidade, refinamento, estética; cultivar, orientar, franqueza, simpatia. Expressões negativas: desequilíbrio pela falta de imposição do eu, indecisão, insegurança, indiferença, apatia, inconstância, conflito, politicagem, credulidade, frivolidade, insatisfação.

Escorpião­ – transformação, transmutação, morte, reformas radicais, suicídio, destruição para criar o novo; poder, autoridade, domínio, audácia, determinação; energia, dinamismo, empreendimento, força criadora; oculto, mistério, magia, misticismo, poderes ocultos do homem, percepção, imaginação, forças escondidas, casos estranhos; emoções e sentimentos poderosos, profundos e intensos, amores contrariados; heranças, doações, legados, dinheiro pelo casamento; fascinação, habilidade, inteligência, finalidade, hereditariedade, geração, sexo, inconsciente, cirurgia, auto-sacrifício em prol de um ideal, gosto por correr riscos, capacidade de calcular e agir dentro de um objetivo determinado. Expressões negativas: extremismo, manipulação, trama, dissimulação, politicagem, agressividade, destruição, crueldade, vingança, ódio, ciúmes, obstinação, arrogância, abuso do poder, desconfiança, inafetividade, passionalidade, sexualidade, paixão, segredos, dificuldade de dominar os desejos.

Sagitário­ – Estudos e ensino superiores, metafísica, filosofia, universidade, religião, dogma, doutrina, profecias; pensamento abstrato, poder mental, método, intuição; idealismo, idéias, leis, justiça, julgamento, a moral, a ética; grandes viagens, estrangeiro, longas distâncias;  otimismo, encorajamento, expansão, sinceridade, generosidade, evolução, crescimento, sabedoria, aventura, vida ao ar livre, o esporte, os exercícios físicos, os cavalos. Expressões negativas: inquietude, impaciência, cólera, exagero, prepotência, pedantismo, vaidade, orgulho, ostentação, extremismo, negligência, irresponsabilidade, comportamento juvenil, capricho, depravação, dificuldade de ver o caminho, só vê os fins.

Capricórnio­ – Realização, posição social e profissional, função social, concretização, concentração, responsabilidade, firmeza, disciplina, cristalização, estruturação; ambição, objetivos, metas, determinação; raciocínio, reflexão, cálculo certo, razão, medida, prática;  responsabilidade, trabalho, confiança, economia, esforço, segurança, deveres; prudência, cautela, paciência, perseverança, constância, resignação, reserva, sobriedade, cuidado; restrição, karma, limitação, contração, renúncia, experiência, abnegação; tempo, envelhecimento, pessoas mais velhas, os mestres, sábios. Expressões negativas: egoísmo, indiferença, crueldade, frieza, desconfiança, solidão, avareza, medo, apatia, rigidez, pessimismo, insegurança, tristeza, depressão, lentidão, covardia, caráter superexigente, mesquinho, conservador, severo, duro e seco.

Aquário­ – Irradiação, comunicação da energia em todas as direções; descentralização, democracia; liberdade, igualdade, fraternidade, idealismo, doação; originalidade, inovação, inspiração, criatividade, intuição, renovação, mudanças, pioneirismo; equilíbrio, lealdade, inteligência. Expressões negativas: anarquia, rebeldia, eletricidade, explosão, inafetividade, tendências destrutivas, dificuldade de disciplina, receio do insucesso, excêntrico, obstinado, repentino, tempestuoso, revoltado, fixo nas opiniões, anticonvencional, caprichoso, imprevisível, retraído, sem tato.

Peixes­ – Espiritualidade, energia cósmica, o Todo, a fé, misticismo, universalismo, inspiração, sensibilidade, meditação, sensitividade, intuição, libertação; amor universal, fraternidade, perdão, simpatia, empatia, bondade, sacrifício, renúncia, compreensão, afetividade, humildade, emotividade, generosidade, união; identificação, interiorização, síntese, desprendimento, abstração, idealização, dissolução, imaginação, passividade, receptividade.  Expressões negativas: instabilidade, apatia, submissão, indecisão, debilidade, impressionabilidade, lentidão, sensacionalista, falta de força de vontade, tendência a fugas, auto-ilusão, insatisfação, mediunidade, se faz de vítima como defesa, caráter sonhador, confuso, reticente, negligente.

Os signos são classificados em quatro elementos por possuírem características semelhantes. São eles:

Fogo: Áries, Leão, Sagitário

Terra: Touro, Virgem, Capricórnio

Ar: Gêmeos, Libra, Aquário

Água: Câncer, Escorpião, Peixes

 Os elementos foram associados por Carl Jung às quatro funções básicas da psique: intuição, sensação, pensamento e sentimento

Fogo – intuição – energia, criatividade, vitalidade, iniciativa, otimismo, combatividade, entusiasmo, ação, espontaneidade, sentido dramático, decisão, fé em si mesmo, honestidade, liberdade, liderança, impaciência, ambição, agressividade, egoísmo, instabilidade.

Terra – sensação – método, ordem, praticidade, laboriosidade, objetividade, concretização, estabilidade, calma, simplicidade, passividade, lentidão, paciência, prudência, perseverança, possessividade, desconfiança, inércia, inflexibilidade.

Ar – pensamento – adaptação, objetividade, imparcialidade, racionalidade, sociabilidade, reflexão, explicação, análise, compreensão, curiosidade, aprendizado, leitura, escrita.

Água – sentimento – imaginação, sensações, instintos, intuição, subjetividade, profundidade, sutilidade, intimidade, complexidade, inconsciente, inconstância, insegurança, fragilidade.

Os planetas: são energias dinamizadoras que ativam os signos e as casas. São divididos em três grupos:

Primeiro Grupo: ­Pessoais­ – Sol, Lua, Mercúrio, Vênus e Marte. Representam as energias que podem ser dirigidas modificadas, os traços e anseios mais fortes da personalidade.

Segundo Grupo: ­Coletivos ou Impessoais­ – Júpiter e Saturno. Mostram motivações mais profundas e fatores coletivos. Referem-se à forma de como a pessoa deseja tomar parte no mundo e como são suas atividades sociais.

Terceiro Grupo: ­Transpessoais – Urano, Netuno, Plutão. Simbolizam as mais profundas fontes de mudança na vida, as dimensões transcendentais da experiência e as energias mais sutis, com as quais estamos afins. Estes planetas referem-se a fatores transpessoais e às energias transformadoras que operam dentro da vida de casa um.

Sol: Ser – Nascer – Criar. Como a pessoa é; como percebe a vida. Senso de individualidade e auto-identidade. Vitalidade.

Lua: Sentir – Reagir. Como a pessoa reage espontaneamente, condicionalmente. Predisposição subconsciente.

Mercúrio: Aprender – Comunicar – Raciocinar. Como a pessoa raciocina e se comunica. Mente consciente.

Vênus: Amar – Relacionar-se – Harmonizar. Como a pessoa expressa afeição. Necessidade e capacidade para o amor e o relacionamento íntimo. Partilhar.

Marte: Agir – Desejar – Lutar. Como a pessoa se afirma e expressa seus desejos. Impulso para a ação, auto-afirmação e experiência sexual.

Júpiter: Expandir – Crescer – Proteger. Como a pessoa procura se desenvolver e sentir confiança na vida. Necessidade superconsciente. Aspirações futuras e riscos assumidos.

Saturno: Dever – Respeitar – Trabalhar. Como a pessoa se estabelece e se preserva através do esforço. Necessidade subconsciente; correntes mais profundas da estabilidade, tradição e segurança. Contração.

Urano: Libertar – Progredir – Mudar. Mudança dos velhos padrões, diferenciação, originalidade. Independência.

Netuno: Espiritualizar – Transcender – Unificar. Inspiração, intuição, desejo de mergulhar num todo maior. Escapar das limitações.

Plutão: Transformar – Regenerar – Eliminar. Renascimento. Impulso para refinar a natureza mais íntima. Penetração até o âmago da experiência. Transformação através da dor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *